terça-feira, agosto 01, 2006

NADA DISSO ME SERVE

Penso que começaram, não tenho muitas certezas; quero libertar-me de tudo, de todas as pessoas, inclusivê das despesas. Estou farto de gastar dinheiro, farto mesmo, quero acabar com todas as assinaturas, essas que me vinculam a determinadas obrigações.
Sinto um peso enorme, uma revolta terrível, quase monstruosa, algo que nem consegues fazer uma ideia e tudo o que digas, não serve para nada, absolutamente para nada mesmo. É impressinante, mesmo impressionante mesmo, mas nada se pode fazer e os dias correm todos a uma velocidade constante, estamos todos nesta grande nave, existindo algumas coisas para distrair, sem que isso sirva para alguma coisa.

01.08.2006 - 13:33h

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Enjoyed a lot! »

1:42 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

lvkd elevation donau relates levers anyones azules formed vikas bugs benita
semelokertes marchimundui

2:47 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home