domingo, março 18, 2007

DESCARREGAR O AUTOCLISMO

Hoje fiquei sem palavras mais uma vez... fico sempre e depois ainda me aparecem pessoas daquele tipo a perguntar se estou bem. Se estou bem, com poucos dias da mãe ter falecido? E se preciso para contar... mas é só fachada. Um dia toma um café! Um dia obrigado, agora é que preciso não é nesse dia. Com cada pessoa.
Outra, conheci um rapaz aqui na net e disse-me que estava muito interessado em mim, até nos encontrámos, disse-me que estava afim de namorar comigo. Tentou convencer-me, claro que não acreditei. Mas realmente era uma pessoa que até gostava muito, só que com alguma diferença de idade, claro que isso conta, não digam que não conta porque conta. Não me iludi muito, só um pedaço, mas era preferível nem o ter conhecido.
Agora nem estou virado para esse lado. Sei que nunca dá nada comigo. Sou bonito dizem, mas depois sou feio ou então usam-me, nada mais. Cansei. Sim, estou estou estourado. Muito mesmo e nem sou boa companhia para ninguém.
A vida tem estas coisas todas, esta, mais esta, mais aquela e tantas outras. Todos os dias acontecem situações onde até me passo.
Que fazer no meio de tudo isto? Será que nunca vou namorar com ninguém? Será que não tenho direito a ser feliz como qualquer outra pessoa? Será? E a vida passa rapidamente e tudo desaparece, tal como foi a vida da mãe. Tudo para nada serve.
Se antes andava revoltado, agora ainda muito pior. É todos os dias, apenas tento disfarçar e descarregar tudo aqui o que sinto.
Bem, não vou escrever mais aqui, apenas vou alterar o endereço deste blog. Já aprendi com um antigo amigo.

18.03.2007 - 21:54h

1 Comments:

Anonymous Luís said...

;-)

9:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home